Comemorando um ano, o Relatório “Uma Visão para 2040” mantém sua atualidade

Lançado em outubro de 2020, como parte da Programação da XV Jornada Nespro e da Expointer Digital, o Relatório “O Futuro da Cadeia produtiva da carne bovina brasileira: Uma visão para 20240” consolida-se como um material científico de referência sobre a carne bovina no país para pesquisadores, opinião pública e sociedade em geral.
Na opinião do Coordenador do CiCarne e pesquisador da Embrapa Gado de Corte, Guilherme Cunha Malafaia, para manter-se competitivo no futuro, o produtor precisa investir em “conhecimento, na inteligência do seu negócio. Na gestão da pecuária de corte em 2040, a maior profissionalização do setor, a condução da propriedade como uma empresa, a adoção de mais orientação técnica e a maior especialização de mão de obra serão propulsores de uma mudança na filosofia da gestão pecuária, tornando a pecuária de corte de alto nível gerencial na maioria das propriedades.”

O DOCUMENTO

O relatório levou dois anos para ser concluído e foi construído por meio de uma metodologia que analisou a contribuição de 150 especialistas e mais de 700 drivers de futuro.
“É importante entender a definição de análise de tendências para compreender o comportamento do mercado no passado e no presente. Isso ajuda claramente a entender quais estratégias funcionaram no passado e qual é a tendência que irá ditar o futuro. Utilizamos a abordagem probabilística alicerçada no método prospectivo utilizando a técnica Delphi, a partir da formulação de uma questão principal. A partir daí, busca-se identificar os drivers de futuro, os eventos possíveis de ocorrerem no tempo analisado, as tendências e as megatendências. A periodicidade de replicação do estudo varia muito de segmento para segmento, entretanto, o monitoramento das tendências deve ser contínuo”, explica o pesquisador Guilherme Malafaia.

O SETOR

A pecuária de corte é uma importante atividade para o agronegócio brasileiro. Contribui com o desenvolvimento e o fortalecimento da economia nacional. Vai muito além da porteira e envolve vários elos em sua cadeia de produção – indústria de insumos, produção de bovinos, processamento, distribuição até chegar ao consumidor final. Entretanto, nem sempre foi assim.
A pecuária brasileira passou e tem passado por grandes mudanças ao longo das últimas décadas. O setor era caracterizado pelo atraso, resistência às inovações tecnológicas e falta de gestão.
Nas últimas 4 décadas, a pecuária bovina modernizou-se de maneira revolucionária, sustentada pelos avanços tecnológicos dos sistemas de produção e na organização da cadeia, com evidente reflexo na produtividade, na qualidade da carne, e consequentemente, no aumento da produtividade.
Quer saber mais? Baixe aqui o documento O Futuro da Cadeia Produtiva da Carne Bovina Brasileira: uma visão para 2040. E descubra as megatendências para as próximas duas décadas para todos os elos da cadeia produtiva da carne bovina brasileira.